Google cria recurso para facilitar busca de vaga

O Google resolveu dar uma força extra para quem está em busca de emprego.

A partir de agora, a empresa passa a mostrar uma lista de vagas de trabalho oferecidas em diversos sites de emprego espalhados pelo Brasil.

O recurso é ativado de uma forma bastante simples.

É só usar a barra de pesquisa do Google
Basta digitar “empregos em engenharia”, por exemplo, na barra de pesquisa do Google.

Basta digitar, por exemplo, “empregos em engenharia” na barra de pesquisa do Google.

As vagas são listadas diretamente no resultado de buscas em forma de cartões (veja foto).

Recurso foi lançado primeiro nos Estados Unidos

O chamado Google Jobs foi lançado em junho do ano passado nos Estados Unidos, mas só agora começou a funcionar em nosso país.

O recurso também será levado aos outros países da América Latina.

O que, de fato, mudou é que, antes, o Google indicava sites com as vagas, mas não entregava a lista pronta de oportunidades e o usuário tinha que entrar em site por site.

Quem costuma procurar emprego pela internet sabe que essa pesquisa pode ser cansativa e pouco eficiente.

Inicialmente, o Google Jobs vai expor no Brasil as vagas listadas por seis empresas:

  • Empregos.com.br
  • LinkedIn
  • Love Mondays
  • OLX
  • Trampos.com
  • Vagas.com.br

Inteligência artificial

O novo recurso usa inteligência artificial para entender o tipo de trabalho que está sendo procurado.

A partir do momento que os postos de trabalho são exibidos na ferramenta de busca, é possível aplicar filtros, como:

  • data em que a oferta foi publicada;
  • título da vaga;
  • setor a que pertence o posto;
  • localização: é possível selecionar apenas trabalho próximo ao domicílio; quando a opção for essa, o Google mostra quanto tempo demora para chegar à empresa empregadora e quais as opções de transporte (ônibus, metrô, carro etc).

Um atributo da ferramenta nos EUA que não chegará ao Brasil é o filtro de vagas conforme a faixa salarial.

Segundo o Google, a implantação dessa comparação precisa de dados que nem sempre estão disponíveis nos anúncios publicados.

Outras funções do Google Jobs são salvar uma vaga para ver mais tarde e criar configurações para o serviço disparar avisos quando o emprego dos sonhos estiver disponível.

Google x concorrência

O Google afasta a hipótese do novo recurso ser um risco à sobrevivência dos sites de empregos.

“A grande maioria das empresas fatura por meio de aplicações, mas também há aquelas que ganham dinheiro mostrando propaganda. Quando há mais tráfego de pessoas chegando, eles podem mostrar mais anúncios”, diz Nick Zakrasek, gerente de produto do Google.

Para corroborar a afirmação, ele cita que, após seis meses de funcionamento nos EUA, houve aumento de 60% no número de empresas que ofereciam vagas na internet.

Nesse primeiro momento, os usuários brasileiros não terão acesso a vagas em outros países. Segundo a empresa, a maioria das pessoas usam o Google para encontrar oportunidades em seus países e, por isso, esse foi o primeiro propósito.

Mas é possível que essa possibilidade seja desenvolvida em breve. “Como sabemos que, ainda assim, há pessoas interessadas em vagas fora do país, estamos trabalhando para melhorar a experiência”, informou em nota a empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *